1

USDA traz área menor de soja para os EUA e preços reagem com forte alta na CBOT

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou, no início da tarde desta quinta-feira (29), seu relatório de inteção de plantio e surpreendeu o mercado ao trazer, para a soja, 36,02 milhões de hectares (89 milhões de acres).

O número é menor do que a média das expectativas do mercado de 36,79 milhões de hectares, e fica abaixo ainda do intervalo das projeções dos traders, que variavam de 36,38 a 37,27 milhões de hectares.

Além disso, é menor também do que o número trazido pelo departamento, em fevereiro, de 36,42 milhões de hectares, durante o Agricultural Outlook Forum.

Os preços da oleaginosa já reagem na Bolsa de Chicago e sobem mais de 2,4% na tarde de hoje, com o maio/18 de volta aos US$ 10,42 por bushel.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou, no início da tarde desta quinta-feira (29), seu relatório de inteção de plantio e surpreendeu o mercado ao trazer, para a soja, 36,02 milhões de hectares (89 milhões de acres).

O número é menor do que a média das expectativas do mercado de 36,79 milhões de hectares, e fica abaixo ainda do intervalo das projeções dos traders, que variavam de 36,38 a 37,27 milhões de hectares.

Além disso, é menor também do que o número trazido pelo departamento, em fevereiro, de 36,42 milhões de hectares, durante o Agricultural Outlook Forum.

Os preços da oleaginosa já reagem na Bolsa de Chicago e sobem mais de 2,4% na tarde de hoje, com o maio/18 de volta aos US$ 10,42 por bushel.

Milho

A área de milho também foi revisada para baixo em relação a 2017 em 2%, estimada em 35,61 milhões de hectares (88 milhões de acres). O número ficou bem abaixo da média das expectativas – de 36,14 milhões – e próximo à mínima do intervalo esperado, de 35,77 a 36,83 milhões de hectares.

No ano passado, foram cultivados 36,5 milhões de hectares com o cereal e, no USDA Agricultural Outlook Forum, a primeira projeção veio em 36,42 milhões.

Trigo

Para o trigo, apesar de uma rentabilidade mais ajustada, o USDA espera um aumento de 3% na área total plantada com o cereal para 19,14 milhões de hectares (47,3 milhões de acres). Ao ser confirmada, essa será a segunda maior área com todo o trigo americano desde 1919.

Os números também surpreenderam o mercado, que esperava uma área menor para o grão, com a média esperada em 18,8 milhões de hectares. As projeções variavam de 18,62 a 19,1 milhões.

Algodão

No caso do algodão, um dos destaques desse reporte, os números vieram em linha com o esperado pelos traders e se espera uma alta de 7% na área para a nova temporada. O número veio em 5,46 milhões de hectares, frente as expectativas de 5,26 a 5,56 milhões, com média de 5,39 milhões de hectares.

Fonte: Notícias Agrícolas