1

Soja amplia ganhos em Chicago nesta 4ª feira com recuperação e ajustes técnicos

Nesta tarde de quarta-feira (23), os preços da soja vêm ampliando seus ganhos registrados na Bolsa de Chicago e, depois de iniciar o dia próximos da estabilidade, subiam entre 6,25 e 6,75 pontos nos principais vencimentos, por volta de 13h30 (horário de Brasília). Com isso, o março/19 tinha US$ 9,16 e o maio/19, US$ 9,29.

O mercado recupera parte das pequenas baixas registradas na sessão anterior, com o mercado ainda sofrendo com a falta de dados e de direção. No entanto, os traders reconhecem que se trata de uma recuperação técnica e ainda frágil, uma vez que os preços não contam com subsídio para garantir um avanço consistente.

“A questão não resolvida entre China e Estados Unidos continua sendo um fator de pressão e confusão no mercado de grãos”, diz o analista sênior do portal Farm Futures, Bryce Knorr.

Ontem, o Financial Times informou que os EUA teriam recusado uma reunião com a China pré-encontro marcado dos dois países entre os dias 30 e 31 próximos e a atitude acabou assustando o mercado. Da mesma forma, os traders continuam especulando sobre como caminham as compras da nação asiática no mercado norte-americano, porém, ainda sem confirmações oficiais dada a paralisação do governo de Donald Trump que hoje entra em 33º dia.

No entanto, como explica o diretor da Cerealpar, Steve Cachia, “comentários de que os EUA estavam rejeitando as propostas da China chegaram a pressionar, mas a quebra de safra no Brasil e Argentina e rumores que a China pode comprar mais soja dos EUA impedem quedas maiores. Em todo caso, continua muito claro que a direção do mercado em Chicago vai depender muito mais do desfecho da guerra comercial EUA/China do que da safra da América do Sul”.

Fonte: Notícias Agrícolas