1

Milho registra alta de dois dígitos na Bolsa de Chicago e atinge mais alto nível em 3 anos

Os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT) fechou ontem com grandes valorizações. As principais cotações registraram altas entre 16,00 e 17,25 pontos.

O vencimento julho/19 foi cotado à US$ 4,20, o setembro/19 valeu US$ 4,29 e o dezembro/19 foi negociado por US$ 4,37.

Segundo análise de Ben Potter da Farm Futures, os futuros de milho ficaram em alta desde o início da segunda-feira e nunca olharam para trás. Com dezembro subindo para seu patamar mais altos enquanto junho ficou mais alto do que a semana passada. “Os contratos futuros de milho estiveram no mais alto nível em quase três anos”.

O mercado operou com a expectativa de que o relatório de progresso da colheita do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) desta tarde mantenha o plantio de milho para a semana em uma baixa recorde, em torno de 68%.

“A análise da Farm Futures sugere que 1,4 bilhão de bushels de potencial de produção foram perdidos, exigindo um perfeito remanejamento para o restante da estação de crescimento, a fim de evitar a queda dos estoques”, diz Potter.

Mercado Interno
Já no mercado interno, os preços do milho disponível permaneceram sem movimentações em sua maioria.

As valorizações foram percebidas no Paraná em Ubiratã, Londrina, Cascavel, Castro e Pato Branco, Santa Catarina em Palma Sola e Rio do Sul, Goiás em Jataí e Rio Verde, Brasília e Assis/SP.

A Radar Investimentos aponta que os preços do milho físico ganharam força na esteira das chuvas abundantes nos Estados Unidos. “Todo o mercado está de olho no relatório de progresso de plantio” que será divulgado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

Fonte: Notícias Agrícolas