Daily Archives

29 de agosto de 2019

  • ATENÇÃO: Controle de Oídio em trigo

    A incidência de oídio Blumeria graminis f.sp. tritici na safra de trigo 2019 está elevada. O controle da doença pode ser feito através do cultivares resistentes e da utilização de fungicidas, tanto em tratamento de sementes como em parte aérea. Para a efetividade do controle químico, é importante que as aplicações de fungicida sejam realizadas ao aparecimento dos primeiros sintomas.

    Em ensaios conduzidos pela CCGL, nas duas últimas safras, em que se variou o fungicida utilizado após a observação dos primeiros sintomas de oídio (ao final do perfilhamento), foram obtidos controles de 60% a 85%.

    O incremento da produtividade em relação ao tratamento sem a aplicação do final do perfilhamento (inicio da elongação) variou de 1 a 16%. Os dados indicam que é importante controlar a doença logo após o seu aparecimento, a fim de obter bons níveis de controle e minimizar as perdas de produtividade.

    Figura 1 –  Controle de Oídio (%) e produtividade (sacos/ha) com o uso de diferentes tratamentos fungicidas iniciando ao final do perfilhamento de trigo (entre 35 e 40 DAE). O tratamento sem aplicação no perfilhamento contou com uma aplicação a menos que os demais, tendo sido iniciado na elongação. Após as aplicações  do perfilhamento, os fungicidas utilizados foram os mesmos em todos os tratamentos avaliados. Os resultados apresentados são referentes às médias obtidas na safra de inverno 2017 e 2018. *Tratamento testado somente em uma safra.

    Fonte: CCGL Tecnologia

  • Conab mostra expertise de mercado e agricultura familiar

    A experiência na realização de compras institucionais está entre os temas demonstrados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta quarta-feira (28) durante a feira agropecuária Expointer, realizada em Esteio/RS. A palestra aborda o trabalho da Companhia com o público da agricultura familiar, que atua nas operações do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) desde 2003, com amostras dos números de entidades, produtores e municípios atendidos em todo o Brasil, desde o início do programa.

    Quem fala sobre este assunto é a analista da Conab, Natacha Putton Casagrande, que também deve abordar a ação de distribuição de alimentos a grupos populacionais específicos, outra expertise da empresa. Serão apresentados ainda os números das compras institucionais realizadas desde 2013 e os principais desafios.

    Entre o público presente espera-se representantes de órgãos da União no Estado do Rio Grande do Sul que são compradores atuais da Agricultura Familiar, ou em potencial, além de produtores e suas cooperativas, demais entidades e autoridades envolvidas com o setor.

    A análise sobre o mercado do trigo também figurou entre as abordagens da Companhia, desta vez pela analista Flávia Machado Starling Soares, na Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Produtos de Inverno. De acordo com o último levantamento, o Rio Grande do Sul é o segundo maior produtor de trigo do país e deverá colher 1,94 milhão de toneladas nesta safra. Junto com o Paraná, são responsáveis por aproximadamente 86% de todo o trigo produzido no Brasil.

    O presidente da Companhia, Newton Araújo Silva Júnior, também participará da Expointer a partir desta quinta-feira (29), quando deverá integrar a comitiva da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina.