1

Soja: Mercado começa a sessão desta 3ª feira com ligeiras valorizações na Bolsa de Chicago

Após fechar a sessão de ontem com fortes valorizações, as cotações futuras da soja iniciaram o pregão desta terça-feira (01) com ligeiras valorizações na Bolsa de Chicago (CBOT). Os principais contratos da commodity exibiam altas de 2,25 a 1,75 pontos, por volta das 09h23 (Horário de Brasília). O contrato novembro/19 era negociado a US$ 9,08 por bushel, enquanto, o vencimento janeiro/2020 trabalhava US$ 9,21/bushel.

De acordo com as informações do Analista da Farm Futures, Bryce Knorr, os futuros de grãos estão operando com volatilidade nesta manhã, digerindo os ganhos acentuados nesta segunda-feira a partir de relatórios de alta das ações do USDA. “Com as próximas estimativas de produção, oferta e demanda devidas pelo governo em 10 de outubro, a atenção voltou-se para as previsões meteorológicas de sinais de geada que poderiam encerrar a estação de crescimento”, afirmou Knorr.

Embora algumas áreas do oeste do Corn Belt possam ser danificadas no final desta semana, ainda não há sinal de frio generalizado. Os modelos climáticos americanos continuam oscilando nas previsões no final da próxima semana, mas falta confirmação até o momento.

Nesta segunda-feira, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) atualizou o seu boletim de semanal de acompanhamento de safras, informando o avanço da colheita do milho e da soja no Corn Belt. Nesse início de colheita para a soja, até 29 de setembro 7% das lavouras foram colhidas, sendo que o mercado apostava em um avanço de 6%.

Em igual período do ano passado, a colheita era de 22% e a média dos últimos cinco anos é de 20%. As lavouras em condições boas e excelentes ficaram em 55%, uma melhora de 1% com relação à semana anterior.

Fonte: Notícias Agrícolas