1

Futuros do milho abrem a quinta-feira estáveis em Chicago

A quinta-feira (21) começa com os preços internacionais do milho futuro praticamente estáveis na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam movimentações máximas de 0,75 pontos por volta das 09h01 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/19 era cotado à US$ 3,67 com valorização de 0,75 pontos, o março/20 valia US$ 3,77 com alta de 0,50 pontos, o maio/20 era negociado por US$ 3,83 com ganho de 0,50 e o julho/20 tinha valor de US$ 3,89 com elevação de 0,50 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os contratos futuros de grãos foram pouco alterados nas negociações da noite para o dia em meio à incerteza sobre a guerra comercial em andamento entre os Estados Unidos e a China.

O tão esperado acordo comercial da “fase um” entre os países – as duas maiores economias do mundo – pode ser adiado até o próximo ano, informou a Reuters ontem.

Os EUA devem impor tarifas a bilhões de dólares a mais em produtos chineses em 15 de dezembro, e o presidente Donald Trump disse nesta semana que aumentaria os impostos sobre as importações do país asiático se um acordo não for feito em breve.

O estrategista do Morgan Stanley, Andrew Sheets, disse à CNBC hoje que o chamado acordo da primeira fase “pode ​​ser o melhor possível” e que outros acordos “permanecem distantes no próximo ano”. Pequim não aceitará um acordo sem reduções de tarifas e está supostamente relutante em concordar com uma quantidade definida de importações agrícolas.

Já o porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, disse a repórteres que seu país está disposto a trabalhar em direção a esse acordo e que os dois lados estão se comunicando.

 

Fonte: Notícias Agrícolas