1

Milho: preços seguem em alta, mas intensidade varia dentre regiões

As cotações do milho continuam subindo no mercado interno, de acordo com dados do Cepea. Porém, a intensidade desse movimento está distinta entre as praças acompanhadas. De 29 de novembro a 6 de dezembro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) registra alta de 0,52%. As reações mais expressivas são verificadas em regiões em que, até então, compradores estavam conseguindo “segurar” os preços. Por outro lado, em algumas praças, foram verificadas ligeiras quedas nos valores nestes últimos dias. Esse cenário é resultado de uma busca de ajuste de preços, após a disparada observada desde meados de outubro.

Fonte: Cepea