Daily Archives

8 de janeiro de 2021

  • Caminhoneiros devem parar 1º de fevereiro

    Em Assembleia Geral Extraordinária do Conselho Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), realizada nesta semana, entidades que representam os caminhoneiros decidiram que vão fazer uma paralisação nacional no dia 1º de fevereiro.

    A categoria vai protestar contra os aumentos dos combustíveis e também quer um piso mínimo de frete para o transportador autônomo, aposentadoria especial, marco regulatório do transporte e uma fiscalização mais atuante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Também haveria insatisfação com o projeto BR do Mar, que incentiva a navegação de cabotagem.

    As opiniões se dividem entre as entidades. O presidente da Cooperativa do Caminhoneiros Autônomos (Cooperlog) de Sinop (MT) não acredita na adesão dos motoristas de Mato Grosso. “Acredito que não vai ter adesão porque é a única época do ano em que o mato-grossense puxa bem (escoamento da safra e outros produtos). Ele não vai querer entrar numa greve numa época onde a produção é alta”, disse.

    Já o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Bens de Feira de Santana e Região (Sintracam/BA), a orientação é que no dia 1º de fevereiro os caminhoneiros fiquem em casa. “Nas rodovias, só vai passar ônibus e carro pequeno. Caminhão não passa”, destacou.

    A última paralisação ocorreu em maio de 2018 e durou de dias. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o Brasil perdeu, na época, cerca de R$ 10 bilhões por dia.

  • RS já plantou 94% do milho

    A sequência de precipitações no estado do Rio Grande do Sul, apesar de esparsas e de baixos volumes, tem contribuído para o desenvolvimento dos cultivos e para a continuidade dos plantios, que já alcançam 94%. Quem trouxe a informação foi a TF Agroeconômica.

    “Na região  de Bagé, produtores com  áreas de  cultivo mais extensas concluíram a segunda época de plantio na  Campanha. As  lavouras  implantadas  entre  o  final de  outubro  e  início  de  novembro  se  aproximam  da fase  reprodutiva.  O  desenvolvimento  é  bom  diante das excelentes  condições de luminosidade, umidade no  solo  e  principalmente  temperaturas  noturnas amenas,  embora  em  alguns  momentos  as  plantas apresentem  sintomas  de  estresse  pelo  calor”, comenta.

    Na região de Frederico Westphalen, a colheita para grãos chega a 20% da área plantada de 82.200 hectares na safra 2020-2021. “Na de Soledade, 85% da intenção  de  plantio está  semeada. Em geral, as lavouras  de grãos  e  silagem  têm  bom crescimento e desenvolvimento, favorecidas pela elevada taxa de radiação solar, por temperaturas amenas à noite e quentes durante o dia, além do adequado teor de umidade do solo”, completa.

    “Na região de Ijuí, as lavouras estão em estágio de formação e enchimento de grãos, muito próximas do início da maturação  fisiológica. Em geral,  os cultivos  apresentam  bom  desenvolvimento,  apesar  da  redução  do  potencial produtivo  ocasionado  pelos  efeitos  da  estiagem.  Após  a  melhora  das  condições  do  tempo  e  as  precipitações regulares,  as  lavouras  irrigadas  têm  se  mantido  com  excelente  desenvolvimento  e  sinalizado  excelente produtividade”, conclui.