PREVISÃO DO TEMPO

  • Previsão do tempo no RS: sol predomina em todo o Estado nesta sexta-feira

    O sol voltou a aparecer e o tempo ficou firme em todo o Estado nesta quinta-feira (14). O destaque do dia, porém, ficou por conta das baixas temperaturas. A mínima do Estado, apontada em Quaraí, na Fronteira Oeste, foi de 2,5°C. Mas as máximas também estiveram baixas no RS, principalmente na Serra. Nessa região, os termômetros não chegaram a 13°C em municípios como São José dos Ausentes (11,7°C), Cambará do Sul (12,4°C) e Canela (12,6°C).

    — Uma massa de ar polar está atuando sobre o Rio Grande do Sul. Este sistema, quando combinado a pouca nebulosidade, favorece a ocorrências de baixas temperaturas, especialmente durante a madrugada e a manhã — explica a meteorologista Dóris Palma, da Somar Meteorologia.

    A máxima desta quinta-feira (14) , 20,9°C, foi registrada em Torres, no Litoral Norte. Na Capital, os termômetros oscilaram entre 11,8°C e 20,1°C.

    Nesta sexta-feira (15), o tempo permanece firme no RS, com o céu ficando aberto ao longo de todo o dia. As temperaturas baixas também continuam marcando presença. A mínima, 0°C, está prevista para Palmitinho, na região norte do Estado. Enquanto isso, na Serra e na Campanha, o amanhecer pode ter geada.

    Apesar do predomínio de sol em todas as áreas, as temperaturas nesta sexta (15) voltam a não subir muito no Rio Grande do Sul . A máxima do dia, 22°C, é esperada em Sete de Setembro, nas Missões, e em Palmeira das Missões, no noroeste gaúcho. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 9°C e 19°C.

    Devido à presença do ar seco, a umidade relativa do ar pode ficar abaixo de 30% na Fronteira Oeste e no noroeste do Estado — condição que, se confirmada, colocaria essas áreas em estado de atenção por representar riscos à saúde, como problemas respiratórios e ressecamento da pele, mesmo com o clima frio.

    No sábado (16), o cenário pouco muda: tempo firme e predomínio de sol em todo o Estado. O frio também persiste. Há condições para geada ao amanhecer  na Serra, na Fronteira Oeste e no noroeste gaúcho. Na Região Metropolitana,  no Litoral e no sul do RS, o vento começa a soprar com mais intensidade, com rajadas podendo alcançar até 50 km/h. Em Palmitinho, no norte gaúcho, a temperatura fica entre 0°C e 15°C. Já em Porto Alegre, os termômetros variam entre 10°C e 21°C

    Veja, abaixo, como deve ficar o tempo na sua região:

    Região Metropolitana: a sexta-feira (15) terá tempo firme e ensolarado. Em Gravataí, os termômetros variam de 9°C a 20°C.

    Serra gaúcha: a a sexta-feira (15) terá tempo firme e ensolarado. Pela manhã, há possibilidade de geada na região. Em Canela, a temperatura varia entre 4°C e 18°C.

    Litoral Norte: a sexta-feira (15) terá tempo firme, com sol entre poucas nuvens. Em Arroio do Sal, os termômetros variam entre 12°C e 18°C.

    Litoral Sul: a sexta-feira (15) terá tempo firme, com sol entre poucas nuvens. Em Rio Grande, os termômetros oscilam entre 9°C e 19°C.

    Região Norte: a sexta-feira (15) terá tempo firme e ensolarado. Em Passo Fundo, a temperatura varia entre 5°C e 18°C.

    Região Noroeste: a sexta-feira (15) terá tempo firme e ensolarado. Em Santo Ângelo, os termômetros variam de 5°C a 19°C.

    Região Sul: a sexta-feira (15) terá tempo firme, com sol entre poucas nuvens. Em Santa Vitória do Palmar,  os termômetros variam entre 8°C e 18°C.

    Região Central: a sexta-feira (15) terá tempo firme e ensolarado. Em Santa Maria, a temperatura varia entre 5°C e 18°C.

    Campanha gaúcha: a sexta-feira (15) terá tempo firme e ensolarado. Pela manhã, há possibilidade de geada na região. Em Bagé, a temperatura oscila entre 2°C e 17°C.

    Fronteira Oeste:  a sexta-feira (15) terá tempo firme e ensolarado. Em Itaqui, os termômetros variam entre 4°C e 21°C.

  • RS: semana de baixas temperaturas e tempo seco

    A passagem de uma nova frente fria causa pancadas de chuva, trovoadas e rajadas de vento sobretudo no Centro, Norte e Oeste do Rio Grande do Sul. De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado alcança 35 milímetros em Ijuí, 30mm em Santa Maria, 25mm em Horizontina e 20mm em Santa Rosa.

    As rajadas de vento alcançaram 80 quilômetros por hora em Santo Augusto, 70km/h em Santa Rosa e 65km/h em Cruz Alta. Na semana passada, entre terça (31) e quarta-feira (1º), a passagem de uma outra frente fria trouxe chuva forte ao Sul do Rio Grande do Sul, com acumulados entre 35mm e 75mm. Em Pelotas, a chuva de pouco mais de 47mm registrada na quinta-feira (2) não era vista em um período de 24 horas desde janeiro de 2019.

    Mas nesta semana a chuva não dura muito. A tendência é de que a frente fria se afaste para Santa Catarina e Paraná no decorrer desta segunda-feira (6) e o tempo seco volte a predominar no Rio Grande do Sul. A partir daí, a temperatura despenca com mínima variando entre 3°C e 6°C nas áreas mais elevadas do Estado e entre 6°C e 9°C nas áreas produtoras de arroz sobretudo na quarta-feira (8).

    Na segunda metade da semana, ainda sob tempo seco, a temperatura entra em elevação. A próxima chuva é esperada para a segunda-feira da próxima semana (13), mas virá de forma irregular e com baixo acumulado.

  • Previsão do Tempo até o dia 04/12

    Na segunda-feira (02) e terça-feira (03), o ingresso ar seco e frio reduzirá a nebulosidade e as temperaturas nas regiões do Sul do Estado; nas regiões da Metade Norte, deverá atuar um sistema de baixa pressão que provocará pancadas de chuva, típicas de verão. Entre a terça e a quarta-feira (04), os volumes pluviométricos previstos podem chegar próximo dos 50 mm na região Norte.

    A circulação ciclônica e a formação de uma nova frente fria trarão novamente instabilidades ao Estado, principalmente nas regiões do Nordeste e Norte do RS. Os totais de chuva previstos, mais significativos, deverão oscilar entre 20 e 70 mm nas Missões, no Alto Uruguai, no Planalto Médio, nos Campos de Cima da Serra e nas Encostas Superior e Inferior do Nordeste. Nas demais regiões do Estado, os valores deverão variar
    entre 5 e 20 mm.

  • Novo Boletim Agroclimatológico Mensal

    O Instituto Nacional Meteorológico (Inmet), ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, lançou novo Boletim Agroclimatológico Mensal, que traz mais informações para auxiliar o produtor rural. O novo informativo faz parte das comemorações aos 110 anos do Instituto, completados no último dia 18 de novembro. A cerimônia de comemoração e lançamento do boletim ocorreu no dia 13 deste mês, na sede do Inmet, em Brasília.

    Além da análise das condições climáticas no Brasil, o boletim, existente desde 1967, oferecerá um panorama dos fenômenos de grande escala que interferem no clima do país e do mundo e também informações climáticas, previsões exclusivas que podem ser usadas na elaboração de ações na agropecuária.

    Outras novidades são: condições oceânicas (importantes para as previsões de chuvas e temperaturas) no mês e tendências, variáveis  (exemplo, excesso e déficit de chuvas) que auxiliam o produtor na hora do plantio e colheita e dados relativos a chuvas e temperaturas do mês corrente, do próximo mês e do trimestre.

    As mudanças são resultado de uma reavaliação técnica feita pelo Instituto e de sugestões de usuários técnicos ligados ao meio rural, como as coletadas, em agosto,  no Primeiro Encontro de Usuários de Produtos Agroclimatológico, que reuniu representantes dos setores público e privado ligados à agropecuária.

  • Previsão do Tempo: semana deve ser de tempo seco e quente

    A partir da segunda-feira (18), o ingresso de ar quente e úmido favorecerá a elevação das temperaturas, com valores superiores a 30°C.

    Na terça (19) e quarta-feira (20), a nebulosidade aumenta em todo o Estado e há possibilidade de pancadas de chuva, típicas de verão, sobre a Metade Norte.

    Os totais de chuva previstos deverão oscilar entre 10 mm e 20 mm na Campanha, Região Central e na Zona Sul.

    Nas demais regiões, os valores deverão variar entre 25 mm e 40 mm, e poderão exceder 50 mm em alguns municípios das Missões e do Vale do Uruguai.

  • Chuva intensa com risco de temporais

    Na segunda-feira (28), a nebulosidade ainda seguirá predominando, com pancadas isoladas de chuva. propagação de uma nova frente fria provocará chuva em todo Estado, com possibilidade de temporais, rajadas de vento e queda de granizo em áreas isoladas. A partir da terça-feira (29), o deslocamento de uma área de baixa pressão manterá a nebulosidade e a chuva em todas as regiões, com risco de temporais isolados.

    Os volumes de chuva esperados deverão variar entre 50 e 75 mm na maioria dos municípios do RS. Nas Missões, Alto Vale do Uruguai e no Planalto os totais previstos oscilarão entre 90 e 110 mm, e poderão exceder 140 mm em diversas localidades.

    Fonte: https://www.agricultura.rs.gov.br/

  • Previsão do tempo: temperaturas baixas, geadas e chuva

    Essa semana permanecerá com temperaturas baixas no Rio Grande do Sul, de acordo com o Boletim Meteorológico Semanal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural.

    Na segunda (01/7) as áreas de chuva permanecerão atuando, sobretudo na Metade Norte, com o ingresso de uma nova massa de ar frio nas demais regiões.

    Na terça (2) e quarta-feira (3), a presença do ar frio e seco afastará a nebulosidade e manterá as temperaturas baixas, principalmente na Metade Sul, com possibilidade de formação de geadas na Campanha e no Extremo Sul.

    Os valores previstos deverão oscilar entre 15 e 35 mm na Campanha e na Zona Sul. Na Metade Norte, os totais deverão variar entre 50 e 80 mm na maioria dos municípios, podendo superar 100 mm nos Campos de Cima da Serra.